Retrospectiva Nanci 2017: um ano para ser esquecido


Acompanhe o calendário do governo Nanci, mês a mês, e entenda como foi a gestão do prefeito que abusou do nepotismo e não conseguiu oferecer serviços essenciais. Sem conquistas, São Gonçalo parece ter dado mais um passo ladeira abaixo.

Janeiro

O prefeito decreta estado de calamidade financeira e exonera todos os comissionados.

Fevereiro

Nanci acaba com carnaval na cidade e não repassa subvenção a Porto da Pedra. Em contra partida nomeia genro com custo superior a R$45.000,00 por mês.

Março

Governo cancela contrato de serviço de iluminação pública, mas continua cobrando pelo serviço mesmo sem execução.

Abril

Prefeito não paga a conta de luz do prédio da prefeitura e teve a iluminação cortada.

Maio

Prefeito instala dois pardais na cidade, apesar do aumento da violência. Depois de duras críticas recua e retira os equipamentos.

Junho

Ex-catadores de lixo ocupam as escadarias da Prefeitura, para reivindicar direitos não recebidos.

Julho

Diego São Paio é demitido da Secretaria de Educação, entrando em seu lugar o professor José Augusto. Neste mês, a coleta de lixo começa a apresentar deficiência em diversos bairros da cidade.

Agosto

Sem iluminação pública, moradores, cansados de esperar, começam a comprar lâmpadas e trocar por contra própria.

Setembro
Nanci envia à Câmara Municipal o PL da reforma tributária, onde aumentaria a tarifa de iluminação em até 1.000% e a coleta de lixo em 163%. O projeto foi aprovado pela base com 25 votos a favor.

A prefeitura pega fogo.

Outubro

Prefeito declara em entrevista que sente saudade de ser deputado. E já antecipa que não tentará a reeleição.

Sem receber há meses, creches fazem manifestação na porta da prefeitura.

Dez meses após sua nomeação, genro do prefeito é demitido.

Novembro

Eliane Nanci assume a chefia de gabinete, e deixa claro quem manda no governo Nanci.

Dezembro

Crescem as denúncias de nepotismo com a família Nanci.

Após denúncia, aumento no imposto da iluminação é revogado.

Com apoio da câmara de vereadores prefeito extingue benefícios dos servidores.

José Luiz Nanci tem nome citado em planilhas de investigações na Lava-Jato.

Anterior Eleição 2018: Estado volta a prometer metrô, ciclovias e faixas para ônibus.
Próximo Espaço de dança tem inscrições abertas

Sem Comentátios

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *