PM é morto após ter sido baleado em serviço


Um policial militar, lotado no 32ºBPM (Macaé), foi morto na manhã desta terça-feira, em Macaé. O cabo do GAT José Renê Araújo Barros, de 35 anos, foi baleado na cabeça durante um confronto com traficantes na Comunidade Lagomar. O Cabo foi o quarto policial morto em 2018, deixando esposa e três filhos.

O terceiro PM morto foi o sargento Alexandre Fernandes da Silva, de 43 anos, que morreu na última sexta-feira (5), no Hospital Central da Polícia Militar, onde estava internado desde outubro após ser vítima de uma tentativa de assalto em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Ele foi atingido por dois tiros. Lotado no 22º Batalhão de Polícia Militar (Complexo da Maré).

No dia 3 à noite, morreu o segundo, sargento Anderson da Silva Santos que foi morto a tiros, no Bairro Jardim São Miguel, em Queimados, na Baixada Fluminense, após se envolver em uma briga de trânsito. A primeira morte de um PM neste ano ocorreu também no dia 3 no bairro do Mutuá, em São Gonçalo. O soldado Ivanderson Silva Pinheiro estava em seu carro, no bairro do Mutuá, com outro policial quando criminosos os abordaram e anunciaram um assalto. Segundo a PM, Pinheiro reagiu e foi baleado.

 

Anterior Pátio Alcântara recebe a peça infantil ‘Um Mar de Aventuras’
Próximo São Gonçalo apresentará Museu de Cera Histórico

Sem Comentátios

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *