Quem tem amigo não pega prisão!


Foto: O Globo

Investigados por corrupção, associação criminosa, lavagem de dinheiro e evasão, o presidente da Assembleia Legislativa, Jorge Picciani, e os deputados estaduais Paulo Melo e Edson Albertassi, todos do PMDB, tiveram a prisão preventiva decretada por unanimidade pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região e foram levados ao presídio de Benfica, o mesmo de Sérgio Cabral. Os deputados foram levados na quinta-feira (16).

Após a prisão, a Alerj imediatamente se mobilizou e marcou para hoje a votação para revogar o pedido de prisão dos três. Com 39 votos favoráveis a soltura e 19 contra, os peemedebistas serão liberados entre hoje e amanhã.

Veja como votou cada um dos deputados da Assembleia Legislativa do Rio em relação à revogação da prisão dos deputados Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi.

VOTOS PELA SOLTURA (39)

  • Andre Correa
  • André Ceciliano
  • André Lazaroni
  • Átila Nunes
  • Chiquinho da Mangueira
  • Christino Áureo
  • Cidinha Campos
  • Coronel Jairo
  • Daniele Guerreiro
  • Dica
  • Dionisio Lins
  • Fabio Silva
  • Fatinha
  • Figueiredo
  • Filipe Soares
  • Geraldo Pudim
  • Gustavo Tutuca
  • Iranildo Campos
  • Jair Bittencourt
  • Janio Mendes
  • João Peixoto
  • Luiz Martins
  • Marcelo Simão
  • Marcia Jeovani
  • Marcio Canella
  • Marcos Abrahão
  • Marcos Muller
  • Marcus Vinicius
  • Milton Rangel
  • Nivaldo Mulim
  • Paulo Ramos
  • Pedro Augusto
  • Renato Cozzolino
  • Rosenverg Reis
  • Silas Bento
  • Thiago Pampolha
  • Tio Carlos
  • Zaqueu Teixeira
  • Zito

VOTOS PELA PRISÃO (19)

  • Benedito Alves
  • Carlos Macedo
  • Minc
  • Osorio
  • Dr Julianelli
  • Eliomar Coelho
  • Enfermeira Rejane
  • Bolsonaro
  • Flavio Serafini
  • Gilberto Palmares
  • Luiz Paulo
  • Marcelo Freixo
  • Marcio Pacheco
  • Martha Rocha
  • Samuel Malafaia
  • Waldeck Carneiro
  • Wanderson Nogueira
  • Zeidan

 

Anterior Caminhão do Quita Fácil chega ao Rio de Janeiro
Próximo Conheça as histórias de luta contra a escravidão em São Gonçalo

Sem Comentátios

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *