Estudantes do Anaia são os únicos finalistas de SG em prêmio de ação voluntária


Em tempos em que os noticiários só apresentam crimes, corrupção e tantos outros problemas da nossa cidade, estado e país, boas notícias devem sempre ter um destaque especial. Os estudantes do colégio estadual Professor Francisco de Paula Achilles,  no bairro Anaia Pequeno, em São Gonçalo, Claudionei Abreu da Silva Junior, de 15 anos, e Evando da Silva Ramos, de 18, são os únicos finalistas de São Gonçalo e da região Leste Fluminense que estão participando do Prêmio Prudential Espírito Comunitário.

O Prêmio Prudential Espírito Comunitário reconhece as iniciativas voluntárias que mudam o mundo. Os vencedores do Brasil podem representar o país em Washington, EUA, ao lado de aproximadamente 120 estudantes voluntários.

“Ser reconhecido pelas boas ações é simplesmente incrível, mas apesar de disso confesso que a melhor parte é estar no meio das atividades, fazendo um pouquinho da diferença nesse mundão e receber o amor e o sorriso do próximo cheio de gratidão. Na verdade, é tudo sobre amor”, diz Evando, estudante do 3º ano do Ensino Médio, que trabalhou voluntariamente com interpretação de inglês e português com grupos como o Rodas Para o Mundo, que traz cadeiras de rodas dos Estados Unidos para as pessoas que não têm condições. Além desse projeto, ele atuou com grupos de americanos em obras nas comunidades do Anaia e Jockey, em São Gonçalo, e também nos bairros Viradouro e Pendotiba, em Niterói, além de ensinar inglês em algumas instituições de forma voluntária.

O estudante Claudionei Abreu é presidente do grêmio estudantil do Colégio Estadual Professor Francisco de Paula Achilles, e ressalta que o projeto visa transformar a forma como os estudantes veem o ambiente escolar, fazendo com que criem um amor e cuidado pela sua educação, desenvolvendo projetos nas áreas de meio ambiente, cultura e cidadania.

“Acredito que a educação é a única forma que podemos mudar o mundo. Com alguns projetos, como a criação da primeira horta do nosso colégio, a pintura da nossa quadra de esportes, realização de eventos culturais e discussões e debates no colégio, acreditamos que o estudante começa a desenvolver um apreço pelo espaço onde passa uma parte da sua vida, que é a escola. Passando mais tempo na escola engajados em projetos, o aluno passa a valoriza-la e passa a se dedicar ao seu aperfeiçoamento para ter um futuro exitoso”, disse o estudante.

Anterior Soldado da Marinha foi morto a tiros por policial civil
Próximo Policial Rodoviário Federal é baleado no Jardim Catarina

Sem Comentátios

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *